Trabalhos científicos premiados Congresso Brasileiro da SBC

No último dia do 18º Congresso Brasileiro da SBC, em Fortaleza, aconteceu a premiação dos trabalhos científicos, na solenidade de encerramento.


Os trabalhos de Tema Livre oral e E-Pôster apresentados foram julgados por quatro avaliadores de diferentes Serviços e, de diferentes Estados do país.


O coordenador da Comissão de Temas Livres, Dr. Délio Martins, salienta que o processo ocorreu de forma idônea e colaborativa por parte do grupo de professores que aceitaram o convite para escolher os melhores trabalhos do CBC 2022.


A avaliação levou em conta aspectos relacionados ao tema de estudo, metodologia, ineditismo, forma de apresentação, entre outros.


Segundo Délio, a Comissão Científica recebeu 188 trabalhos, fato que demonstra o interesse na produção de pesquisa em coluna vertebral no Brasil.


“O número impressiona também pela qualidade e variedade de temas. Isso mostra que, mesmo em tempos de pandemia, os Serviços de Coluna não pararam de fazer pesquisa”, destaca o ortopedista de coluna.


Os melhores trabalhos para Tema Livre receberam prêmio em dinheiro. Foram premiados três trabalhos, 1º, 2º e 3º lugar.


Na categoria e-pôster foram premiados dois trabalhos. Receberam o prêmio em dinheiro 1º e 2º lugar.


O CBC é uma realização da Sociedade Brasileira de Coluna. A próxima edição ocorrerá em 2024, em Recife.


Parabenizamos a todos os autores e aos premiados.


Confira os premiados:

Tema Livre Oral


1° Lugar - Manejo cirúrgico das lesões complexas envelhecidas do sacro por estabilização: avaliação longitudinal de 16 casos

LUIZ FELIPPE MOKDECI MARTINS DE OLIVEIRA



2° Lugar - Avaliação intra e interobservador da mensuração da cifose nas fraturas da coluna toracolombar

VITOR REGATIERI CASAGRANDE



3° Lugar - Thoracolumbar burst fracture: ad-sharing classification – systematic review and single-arm meta-analysis

ÉRIKO GONÇALVES FILGUEIRA


Tema Livre – E-pôster


1° Lugar - Análise dos Parâmetros Espino-Pélvicos após Tratamento Cirúrgico de Espondilolisteses Grau 5 e 6 por Abordagem Posterior: Seguimento de 2 anos

REJELOS CHARLES AGUIAR LIRA



2° Lugar - A qualidade de vida é pior em pacientes com Escoliose Idiopática do Adolescente submetidos a fusões mais longas? Seguimento de 2 anos

AMAURI CHAVES FILHO